domingo, 10 de agosto de 2008

Caixa-coração

As minhas desculpas a quem visita o Ponto de Cruz da Orquídea pela falta de actualização, mas os últimos meses foram críticos e além disso o ponto de cruz foi posto de lado, pelo que não tinha nada de novo para vos mostrar.

Quando fui de férias tive o prazer e o privilégio de conhecer uma senhora simpatiquíssima, a D. Nélia da Retrosaria Carnel, em Albufeira. Para além de ser um espaço com imenso material para bordados, desde tecidos de várias qualidades a kits, tem também imensas lãs e linhas para tricot e crochê e material para criar bijutaria. Trocamos imensas ideias e foi nesta loja que comprei uma caixa de papel em forma de coração:

Como podem reparar, resolvi forrá-la por fora com quadrilé beje bordado a ponto de cruz (claro!). Nesta foto, já tinha colado a parte lateral da tampa. Pormenor do desenho:
Pequenos corações bordados com algodão Mouliné e linha metalizada.
Para a tampa, tinha planeado fazer uns corações mas o meu portátil apanhou um vírus e, como tenho todos os meus gráficos arquivados no computador, fiquei de mãos a abanar pelo que tive de improvisar. Resolvi adaptar alguns motivos deste gráfico da revista Linhas & Pontos:
E este foi o resultado:
Pormenor:
Ponto de cruz e nó francês (com a linha metalizada).
Confesso que fiquei muito satisfeita com o resultado e que ficou lindíssimo!
Para o interior da caixa e da tampa, com a preciosa sugestão da D. Nélia, forrei com feltro vermelho:
Nunca tinha trabalhado com feltro, mas neste trabalho dá um toque "de compra" à caixa. O problema é que a folha de feltro era pequena, embora servisse perfeitamente para forrar o interior da caixa e da tampa. A questão é que para a parte lateral da caixa, tive de cortar duas tiras. Para disfarçar as uniões, usei um pouco de fita que utilizamos no Natal para enfeitar a casa, dando o efeito que podem ver em cima:
Depois comprei uma embalagem de tinta dourada:
Existem imensas cores e pode desenhar-se o que queremos directamente, pois a embalagem possui um bico fino. Demora 12 horas a secar e faz um relevo. A que comprei dá para vários tipos de materiais como madeira e pedra mas há umas que são específicas para tecido. Este é o resultado, no interior da tampa:
Como a tinta não era para tecido, o resultado não ficou tão bom como gostaria...E agora a cereja no topo do bolo... Numa banca de artesanato africano, comprei dois lindíssimos corações vermelhos em pedra, trabalhados à mão, onde desenhei o nome dos dois amados:
As duas pedras ficam uma ao lado da outra, dentro da caixa. Para a parte lateral da caixa, escolhi uma frase de Florbela Espanca: "E é amar-te assim, perdidamente". Só que a faixa era demasiado curta para bordar o "perdidamente", por isso ficou só "E é amar-te assim...". O resto fica à imaginação de cada um... :) Ou melhor, do meu amor... :)
As letras foram aproveitadas de um esquema de uma revista e bordadas com linha metalizada, a dois fios.
O resultado final é este:
Quando terminei a colagem da parte lateral da caixa, surgiu um problema: ao longo do bordo da caixa, notava-se o quadrilé, o papel da caixa e o feltro, o que ficava um bocado inestético. O problema estava em como resolver esta situação sem que a tampa ficasse ainda mais justa ao fechar e sem tirar a beleza do trabalho. Acabei por optar por uma fita de cetim amarelo-dourado, quase do mesmo tom das letras da tampa e dos corações, que tinha no sótão. Nem sei do que era! Confesso que foi muito difícil de colá-la com todo o cuidado, mas o resultado final foi este:
Não ficou muito perfeito, mas foi o que consegui fazer... Este trabalho foi realizado inteiramente com sobras de materiais (à excepção da caixa, dos corações e da tinta dourada).
Espero que tenham gostado da ideia! Comentem!

2 comentários:

Marta Macedo Marques disse...

Bem antes de mais tenho que te dizer que estou rendida ao teu blog, adorei tudo, têns aqui trabalhos lindos e a forma como o organizas-te está um maximo. Em segundo lugar quero te agradecer do fundo do coração a referencia que fazes ao meu "Cantinho" deixaste-me comuvida, obrigada!!! Amei a caixinha, o amor que emprenhas-te em cada detalhe, muitos parabéns... Adorei a Frase, foi a que usei no meu casamento... Aliás temos muito em comum, quando vi esse grafico na Agulhas & Pontos também o adorei, para além de que ambas ambicionamos fazer o KISS do Klimp. Prometo que te venho visitar sempre, estou completamente rendida a este blog. Vou já te adicionar aos links do meu "Cantinho" para poder passar por aqui sempre.

Beijocas

Alexandrina disse...

Olá!
Peço desculpa por só agora vir visitar-te... Achei o máximo o teu blog, tens trabalhos lindissimos... parabéns por eles!
Adorei a caixinha, ficou bem gira e fofinha!
Já agora pergunto-te se tens gráficos de orquídeas, é difícil de encontrar!
Beijinhos